Pular para o conteúdo principal

A AULA DE MÚSICA INICIA COM UMA BOA CONVERSA - Parte #2


Para o primeiro encontro, em uma situação de aula de instrumento, considero importante entender a relação do aluno com a música, seus objetivos e expectativas. Além disso, costumo elaborar junto do estudante uma proposta de estudos que contemple, entre outros elementos, os desejos do aluno em relação ao aprendizado do instrumento.

A conversa é proveitosa para:

- Conhecer melhor o gosto musical e artístico do estudante. Que repertórios tem apreciado, quais gêneros musicais tem maior afinidade e quais artistas admira;

- Entender as referências que o aluno já tem no instrumento que irá estudar;

- Saber sobre o que o levou a aprender determinado instrumento; Quais as pretensões do aluno quanto ao seu desenvolvimento musical.

- Compreender o que o aluno já toca no instrumento e quais os repertórios que pretende desenvolver;

- Questioná-lo sobre qual o tempo que dispõe para estudar música dentro de uma rotina diária e semanal; Caso já tenha estudado música antes, como foram tais experiências.

Sobre as obrigações do professor acredito que:

- Precisa apresentar ao aluno uma proposta de ensino de acordo com o nível do estudante; A proposta deve contemplar, de forma geral, o percurso de estudo técnico e musical desse aluno. Pode ser elaborada em forma de tópicos;

- Junto com o aluno, visitar/folhear o material bibliográfico que você usa como referência: livros, métodos, apostilas, partituras;

- Conversar sobre os objetivos do trabalho. Dar exemplos de onde se pode chegar a médio e longo prazo no estudo musical daquele instrumento.

- Detalhar como será o funcionamento das aulas: desde os horários de início e final do encontro até as regras de frequência x infrequência e sobre cancelamento de aulas; Neste momento é possível abordar as questão de pagamentos, quando for o caso.

- Mostrar o portfólio artístico e acadêmico do professor, falar sobre o seu percurso como estudante. Falar sobre sua formação musical e experiências no instrumento de maneira geral.

Acho importante que o aluno saia do primeiro encontro com um resumo escrito do que foi apresentado pelo professor.

Para finalizar este primeiro encontro, é interessante que o aluno leve para sua casa alguma atividade musical. Seja ela teórica ou prática, de apreciação musical ou exercício técnico. Algo bastante simples de praticar até a próxima aula. Funciona como elemento motivador.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Repertório apresentado no bacharelado em percussão da UFSM (2002-2006)

Ritmos Brasileiros: Ijexá